Convulsão Animal

Convulsão Animal

Nosso beagle começou a ter convulsões quando tinha 2 anos. Como eram espassadas e foi constatado que não havia problemas neurológicos, o veterinário optou por não usar medicamentos fortes que viessem prejudicá-lo. Mas os espaços entre as convulsões estava reduzindo. O que era trimestral, passou a ser mensal e, posteriormente, semanal.

A Internet é uma ferramenta maravilhosa. Meu marido Luiz, buscando conhecer mais sobre convulsões e finalizar com o sofrimento do Spock, chegou a página da Dra. Andréa Goulart. E, após conversarmos, e vermos os depoimentos maravilhosos em seu blog, resolvemos entrar em contato com ela. A nossa única dúvida era: será que funciona assim a distância, trocando e-mails???

Iniciamos então o contato via e-mail. Sabe gente, o que achei mais maravilhoso de tudo é que esse contato foi se aprofundando. Ela nos ligou, se interessou por nós. Não foi uma coisa fria tipo deposite o valor da consulta e enviarei a prescrição. Não. Foi mais envolvente do que qualquer outra consulta que já tive em um consultório onde ficamos cara a cara com o médico que, por vezes, sequer nos encostam a mão.

Houve uma sessão de análise do contexto em que viviamos. Gente, foi tão engraçado. A sensação que tive é que ela era minha amiga de infância. Aquela que a gente conta tudo. E isso é tudo que estamos procurando neste mundo individualista. Alguém que realmente se importe com a gente.

Bem: os benefícios, apesar de pouco tempo, já foram notáveis. Para o meu filho beagle, após o início do tratamento, se tornou realmente um beagle com suas características reais, isto é, com a sua essência. As convulsões ainda não cessaram. Mas, após iniciarmos o tratamento em maio (estamos em agosto), o pequeno Spock teve duas leves convulsões. E tenho a certeza de que ele está se equilibrando.

Quanto a mim, começei também a me tratar por acreditar que o meu equilibrio poderá se converter no equilibrio de todos a minha volta.

E o melhor de tudo: os florais tratam o que você é, e não as consequências do que você é. Não nos intoxicamos com medicamentos alopáticos que consertam um lado e danificam o outro.

O que ela vem fazendo pelo meu pequeno filho beagle e por mim não tem preço. Ela aconteceu no momento certo. Tenho muito a agradecer a Dra. Andréa, e gostaria também de agradecer a Ivana Janousek, que graças ao seu depoimento, nos deu a oportunidade de também acharmos uma saída.

Z. O.
Rio de Janeiro/RJ

About The Author

Andrea Goulart

1 Comentário

  • Country House on 17 de agosto de 2009

    Zélia voce está coberta de razão quanto aos elogios à Andrea, eu a chamo sem o dra. porque estudamos juntas e somos amigas!
    Posso te garantir que os florais funcionam sim, meu amado beagle Nenén fez 10 anos dia 13/08, eu achava que ele não fosse sobreviver aos ataques epiléticos que tinha, eram muitos violentos e eu ficava acabada com aquele sofrimento.
    Desde que fiz o tratamento o nenén não teve mais nenhuma convulsão e eu ainda pude reduzir os medicamentos que ele toma.
    Devemos sempre cuidar de nós e de todos que estão a nossa volta e para isso temos de estar muito bem e os florais ajudam muito.
    Desejo muitas felicidades a voce e seu filho beagle lindo!
    Grande abraço Zélia!
    Grande beijo Andrea!
    Ivana Janousek

ENTRE EM CONTATO


Utilize nosso formulário para enviar suas dúvidas, sugestões e reclamações. Será um prazer poder te ajudar e iremos responder o mais breve possível.




Desenvolvido por Internet Hotel